Qual cidadania?

A vivência da cidadania é um desejo antigo que muitos seres humanos buscam concretizar. Em cada época e lugar, esse desejo se expressa de um jeito diferente. Por isso, faz sentido a gente se perguntar: qual cidadania? O que é ser cidadão hoje?

Quando se fala em cidadania, estamos pensando em trabalho, alimentação, saúde, moradia, educação, segurança, transporte, lazer, acesso à cultura, etc. É o que chamamos de direitos sociais. Logo, cidadania tem a ver com os direitos dos cidadãos.

Mas não é só isso! Ser cidadão também pressupõe deveres e a vivência de valores como a equidade, a pluralidade, a cooperação, a justiça. Todas as pessoas têm o direito de viver com dignidade e o dever de respeitar o outro. O respeito, a solidariedade e o bem comum são exemplos de valores que fortalecem a cidadania.

A gente vive a cidadania no espaço público, no dia-a-dia. Ela se reflete nas atitudes que assumimos frente às pessoas e aos grupos dos quais participamos. Por isso, podemos afirmar que ela é exercida na coletividade.

Todos os seres humanos têm direitos e devem ter suas opiniões, desejos e necessidades respeitadas, para que possam usufruir de uma vida digna. Não importa a idade, sexo, credo, etnia, opção sexual, profissão. Sem a vivência plena da cidadania, fica impossível falar em inclusão social. São incluídos socialmente todos aqueles que exercem os direitos de cidadania.

==> É a participação social e o envolvimento com problemas e questões coletivas que tornam a cidadania real. O exercício de direitos e deveres, as ações voltadas para o bem comum, a solidariedade, a cooperação, a ajuda mútua são algumas das práticas que possibilitam a democracia.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante!! =D

Sobre mim!

Juliana Fernandes, estudante de 18 anos com sérios problemas mentais, inaugura seu 123343º blog, desta vez com o intuito de reunir o máximo de informação possível para o vestibular (e coisas mais!)
Junto ao seu fiel parceiro invisível, sem nome e inexistente, ela continua sua árdua tarefa de manter-se atualizada para não levar mais tapas da profª de Matemática de Pinhal City, a roça!!
Não perca o próximo capítulo dessa incrível aventura!!


"Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento."

- Clarice Lispetor


Tigrão do zoo de São Paulo!
Tecnologia do Blogger.

Seguidores~

Pesquisar...