Indutores

Um indutor é um componente eletrônico muito simples, constituído por uma bobina de material condutor, como fio de cobre. Entretanto, pode fazer algumas coisas bem interessantes devido às propriedades magnéticas de uma bobina.

Os fundamentos

Em um esquema elétrico, um indutor é mostrado da seguinte maneira:

Para entender como um indutor se comporta em um circuito, a figura é útil:

O que você observa na ilustração é uma bateria, uma lâmpada, uma bobina de fio em volta de um núcleo de ferro (amarelo) e um interruptor. A bobina de fio é um indutor, que é um eletroímã.

Se tirasse o indutor do circuito, teria uma lanterna comum. Você fecha o interruptor e a lâmpada se acende. Com o indutor, o comportamento é completamente diferente.

A lâmpada é um resistor - a resistência cria calor para fazer o filamento na lâmpada brilhar. O fio na bobina tem muito menos resistência. Então, o que você espera quando liga o interruptor é que a lâmpada brilhe muito fracamente. A corrente deveria seguir o caminho de baixa resistência, através do indutor. Mas o que acontece é que quando você liga o interruptor, a lâmpada brilha intensamente e, na sequência, fica mais fraca. Quando desliga o interruptor, a lâmpada brilha com intensidade e, então, desliga rapidamente.

A razão para esse comportamento estranho é o indutor. Quando a corrente começa a fluir pela bobina, esta tende a estabelecer um campo magnético. Enquanto o campo é estabelecido, a bobina inibe o fluxo da corrente. Uma vez que o campo esteja estabelecido, a corrente pode fluir normalmente através do fio. Quando o interruptor é desligado, o campo magnético da bobina mantém a corrente fluindo até que o campo seja nulo. Essa corrente mantém a lâmpada acesa por um período de tempo, mesmo que o interruptor esteja desligado. Em outras palavras, um indutor pode armazenar energia no seu campo magnético e tende a resistir a qualquer mudança na quantidade de corrente que flui através dele.

Henry

A capacidade de um indutor é controlada por quatro fatores:

-o número de espiras (mais espiras significam maior indutância)
-o material em que as bobinas são enroladas (o núcleo)
-a área da seção transversal da bobina (mais área significa maior indutância)
-o comprimento da bobina (uma bobina curta significa espiras mais estreitas - ou sobreposição - que significa maior indutância)

Um núcleo de ferro oferece ao indutor muito mais indutância do que o ar ou do que qualquer outro material ofereceria.

A unidade padrão da indutância é o henry. A equação para calcular o número de henries em um indutor é:

H = (4 * Pi * número de espiras * número de espiras * área da bobina * mu) / (comprimento da bobina * 10.000.000)

A área e o comprimento da bobina são definidos em metros. O termo mu é a permeabilidade do núcleo. O ar tem permeabilidade de 1, enquanto o aço pode ter uma permeabilidade de 2 mil.

Aplicações

Suponha que você pegue uma bobina, com talvez 2 metros de diâmetro, contendo cinco ou seis espiras. Você faz algumas canaletas na estrada e coloca as bobinas nelas. Você fixou um medidor de indução à bobina e verificou qual é a indução dela.

Agora, estacione um carro sobre a bobina e confira a indutância novamente. Ela será muito maior, devido ao grande objeto de aço posicionado no campo magnético da bobina. O carro estacionado sobre a bobina está agindo como o núcleo do indutor e a sua presença muda a indutância. A maioria dos sensores de semáforos usa uma bobina como essa. O sensor, constantemente, testa a indutância da bobina na rua e quando essa aumenta, ele sabe que existe um carro esperando.

Normalmente você usa uma bobina muito menor. Um intenso uso para indutores é juntá-los com capacitores para criar osciladores.

------------------

Fonte: HowStuffWorks

Eu não entendi nada!!!!!!!!!!!!!!

9 comentários:

Anônimo 18 de maio de 2013 14:22  

Usеful information. Foгtunаte me ӏ found уouг site by acciԁent, and I am shοckeԁ ωhy thіѕ cοincidencе didn't took place in advance! I bookmarked it.

Take a look at my web-site; http://Thecostumersmanifesto.com/

Anônimo 19 de maio de 2013 00:54  

Τhank yоu fοr sharing yοur іnfo.
I reаllу аpprecіate your efforts and Ӏ аm
wаіtіng for уοur next pοst thаnk yоu onсe agаin.


My ѕite - Resistor Power

Anônimo 23 de maio de 2013 11:17  

Wоndеrful beat ! I would likе to аpprentice whіle уοu amend
your wеb site, how could i subscrіbe for a blog ωebѕite?
Thе аcсount helped me a applicаble deal.
Ι haԁ been tiny bit аcquainted of thiѕ youг broaԁcast proviԁed bright tranѕpаrеnt iԁea

my ωeb page - resistor Color Code Calculator

Anônimo 9 de junho de 2013 00:29  

Неy! I knоw thіs is sоmewhat оff topіс but
I was ωondегing whіch blog platform аre you using
foг this site? ӏ'm getting fed up of Wordpress because I've had prоblеms with hackeгs and I'm looking at alternatives for another platform. I would be awesome if you could point me in the direction of a good platform.

Take a look at my page :: resistor color code calculator (http://specialpedia.de/)

Anônimo 9 de junho de 2013 18:09  

Hi thеre, I ԁesire to ѕubscribе for
this web sіte to take most up-to-date upԁates,
therefοre where can і ԁo it please assist.



my web blog ... resistance of A Resistor

Anônimo 14 de junho de 2013 16:36  

Excellent blog herе! Alѕo your ѕitе loaԁs uρ fast!

What host агe yοu using? Can I get уour affіliate link to уour host?
I wіsh my site lοаded uр as quickly as уours lol

Heге is my web pаge: colour coding of resistor

Anônimo 16 de junho de 2013 22:55  

May I simply just sаy what a relief to uncovеr somebodу
that really knoωs ωhat they're talking about online. You certainly understand how to bring a problem to light and make it important. More and more people really need to look at this and understand this side of your story. I was surprised that you are not more popular since you surely have the gift.

Visit my site Resistor Resistance (Wiki.Bydgoskie.Org)

Fenix Borges 14 de fevereiro de 2015 18:21  

>)) ))) )))) /° \° (( ((( ((((< é uma descrição que quase da para mostrar em esboço.é como uma roda, apos deligar o motor sua centrifugação continua até o atrito com o ar, faze-la parar, isso são as incógnitas que Faraday, Foucalt Ampére viviam fuçando, e encontram essa maravilhas da física e por ordem do destino. nos deixaram para observar e fazer delas bom uso. Obrigado pela dedicação em mostrar o que serve de aprendizagem, e do obrigatório conhecimento sob os princípios da tecnologia.!.

Fenix Borges 14 de fevereiro de 2015 18:21  

>)) ))) )))) /° \° (( ((( ((((< é uma descrição que quase da para mostrar em esboço.é como uma roda, apos deligar o motor sua centrifugação continua até o atrito com o ar, faze-la parar, isso são as incógnitas que Faraday, Foucalt Ampére viviam fuçando, e encontram essa maravilhas da física e por ordem do destino. nos deixaram para observar e fazer delas bom uso. Obrigado pela dedicação em mostrar o que serve de aprendizagem, e do obrigatório conhecimento sob os princípios da tecnologia.!.

Postar um comentário

Seu comentário é importante!! =D

Sobre mim!

Juliana Fernandes, estudante de 18 anos com sérios problemas mentais, inaugura seu 123343º blog, desta vez com o intuito de reunir o máximo de informação possível para o vestibular (e coisas mais!)
Junto ao seu fiel parceiro invisível, sem nome e inexistente, ela continua sua árdua tarefa de manter-se atualizada para não levar mais tapas da profª de Matemática de Pinhal City, a roça!!
Não perca o próximo capítulo dessa incrível aventura!!


"Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento."

- Clarice Lispetor


Tigrão do zoo de São Paulo!
Tecnologia do Blogger.

Seguidores~

Pesquisar...