Ciaossu!!

Ontem minha agenda muito tumultuada não me permitiu aparecer por aqui - além de estar caindo de sono, não consegui deixar os deveres em dia e muito menos assisti FMA:B, afinal dormi no meio do episódio nº 57.

Isso me lembra da inscrição para o vestibulinho da Etec que fiz no começo da semana, acredito que não terei tempo suficiente para repassar e estudar a fundo de verdade. Entretanto, são conhecimentos do ensino fundamental, talvez eu tenha alguma chacezinha, não é?

Entretanto também, me sentirei muito puta da vida caso não atinja a pontuação mínima, significaria que não domino ainda coisinhas básicas que já deveria saber aos 14 anos. Saudades desse tempo, estudava à tarde e dava pra ver a Lua até de madrugada sem ter que acordar cedo, amo a Lua porque acho o cenário noturno muito macabrão!!

Amanhã temos Teatro e Informática no Formare e como moro perto da escola de computação, posso dormir até às 7 e cacetada, o que ajuda muito no desempenho: pareço um pudim de passas quando fico com sono, não consigo fazer nada, nem falar, nem pensar ou qualquer outra coisa.
Já ontem tive uma proposta sobre ficar com os cadernos do governo que pedi e me negaram na terça-feira, só que, assim como falei, não aceitei - podem me chamar de cabeça dura ou qualquer outra coisa, mas dificilmente volto atrás no que falei.

Hoje tivemos um debate na aula de Trabalho e Juventude e obviamente fiquei calada pelos montivos já citados, e até porque ainda estou com um pé bem atrás com esse negócio (digamos que ainda estou farejando o ar para captar o clima e o esquema das coisas). Não posso falar que saiu uma discussão da história, mas os humores ficarem bem agitados com o episódio e tenho a leve impressão que isso só tende a piorar conforme aumenta-se o prêmio do "chocolate" da profª Mary. Queria que me explicassem de vez a finalidade de prêmios, mesmo que sejam simbólicos (o que acho que talvez não seja tanto quanto parece) num debate onde ambas as partes deveriam ser levadas em consideração. Não somos bichinhos adestrados com doces, portanto
torço para que a aula seja muito mais útil do que isso.


Consegui a média máxima em História com a profª Érika!!! De fato estamos muito atrasados com
relação ao período da manhã, embora não seja um problemão se eu utilizar o tempinho extra do final de semana para estudar sozinha, completando as apostilas de merda do estado de SP - assim poderia alcançá-los rapidamente, senão até ultrapassar (não é um feito extraordinário, nunca gostei do ritmo de manhã também, que sempre enrolou muito com tarefas dispensáveis).

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante!! =D

Sobre mim!

Juliana Fernandes, estudante de 18 anos com sérios problemas mentais, inaugura seu 123343º blog, desta vez com o intuito de reunir o máximo de informação possível para o vestibular (e coisas mais!)
Junto ao seu fiel parceiro invisível, sem nome e inexistente, ela continua sua árdua tarefa de manter-se atualizada para não levar mais tapas da profª de Matemática de Pinhal City, a roça!!
Não perca o próximo capítulo dessa incrível aventura!!


"Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento."

- Clarice Lispetor


Tigrão do zoo de São Paulo!
Tecnologia do Blogger.

Seguidores~

Pesquisar...